Quem me acompanha sabe que fui pra China e resolvi fazer um post sobre as principais dicas do país de uma maneira geral e fazer post de cada cidade que visitei separado com mais detalhes sobre cada lugar. Então vamos as dicas:

Visto da China 

Essa é uma dúvida que todos tem, se precisamos de visto e sim brasileiros precisam. Nós resolvemos tirar o visto por uma agência e fizemos com a MCF Vistos em Ribeirão Preto-SP que fica no Shopping Iguatemi. Demorou mais ou menos uns 25 dias pois tiramos visto para outro Taiwan também, então aproveitaram pra mandar o passaporte para os dois consulados. Eles pedem todos os documentos, e também pedem as reservas de hotel e as passagens. Outra coisa é que tem que fazer um roteiro do que você vai fazer na China em cada dia da viagem, é bem chatinho mas é uma regra deles, querem todos os detalhes então pesquisem tudo antes. Também precisa de foto 3×4. Ai eles mandam os documentos para consulado e normalmente demora 7 dias úteis para sair o visto. Você tem que pagar a taxa consular e como fizemos por uma agência também teve os honorários, mas vale a pena pois sabem tudo que precisa e como fazer. O valor do visto é mais ou menos 500,00 só de taxa consular e veio com duração de 5 anos, mas é sempre bom pesquisar antes pois essas coisas mudam muito.

Seguro Viagem 

Como sempre falo é sempre bom conferir esse tipo de informação mas quando fomos não era obrigatório porém não viajamos nunca sem ele (Confira aqui).

Chip internacional 

Estou usando o chip da Easysim4u (Compre aqui), e funcionou super bem, estou com o chip que funciona em 210 países, e você já sai com o chip do Brasil, eles entregam no seu endereço, facilita muito chegar no país sem ter que se preocupar com isso.

Internet na China

Algumas Redes Sociais e páginas da internet como Instagram, Whatsapp, Facebook e outros são bloqueados na China, e não conseguimos acessar quando estamos lá, porém pesquisamos muito e indicavam usar um VPN. O VPN é a sigla para Virtual Private Network. Funciona mais ou menos assim: os dados são criptografados e encapsulados com o IP para o computador receptor identifique o remetente. Os dados são enviados por um túnel criado até o computador de destino, o receptor vai identificar o remetente e desencapsular os dados e finalmente descriptografar e armazenar no computador. Como nós estávamos na China, mas o nosso celular estava virtualmente em Taiwan, Japão e até na França. Qualquer país mais próximo, pois assim o VPN funciona melhor. Resumindo ele esconde que você está acessando da China. Mas o detalhe é que muitos VPNs são descobertos e não funcionam. O que mas indicavam era o Express VPN, e ele custa $12,45 por 30 dias e pode ser conectado em até 5 dispositivos e funcionou super bem. Só que você tem que baixar o VPN antes de chegar na China, senão não consegue baixar lá. Outro detalhe é que tem Wi-Fi nos lugares mas normalmente para conectar você precisa colocar seu número e receber um SMS com o código, mas como normalmente não estamos com nosso chip complica.

Como se comunicar na China/Idioma

A língua oficial deles é o Mandarim e poucas pessoas falam ou entendem inglês, no hotel e aeroporto são os lugares que mais falam mas mesmo assim não são todas as pessoas. Algumas pessoas entendem o básico outras nada, mas nada que uma mímica não resolva. 😂 Se vai visitar a China se prepare para dar muita risada e fazer muita mímica. Os cardápios de restaurante e muitas vezes até os nomes dos lugares estão só em mandarim, ai piorou porque impossível entender aquelas letras. Mas não tivemos problemas com isso não, já era esperado, e depois você vai acostumando a entender tudo depois de se sentir perdido. 😂 Sempre tenha o endereço do hotel ou nome dos lugares no idioma deles anotado, pois fica mais fácil na hora de pegar táxi, pois eles não entendem nossa letra.

Clima

Na época que fomos o inverno estava começando, foi em Novembro e alguns dias estava bem frio, na verdade o vento que é a pior parte. A China é um país de dimensões continentais e, por isso, seu clima varia radicalmente, com regiões de temperatura e precipitação diversas, incluindo áreas continentais de monção. Na região de Pequim, as quatro estações são bem definidas.

Comida na China

Esquece aquela parte que a gente sempre imagina que vamos comer cachorro e insetos na China, pelo menos nas cidades maiores não e em todos os lugares vimos muitos cachorrinhos passeando com seus donos por lá bem felizes e os insetos são só para os turistas que se animam e comem, que não foi nosso caso. Eu particularmente adorei as comidas, tudo com muito molho e bem temperada, eles comem muito pato por lá, então você encontra em todos os lugares um restaurante. Em Guilin notamos que alguns restaurantes tinham um cardápio mais exótico, como tartaruga e outras coisas diferentes, mas acredito que isso mude de região para região. Sobre ser apimentado tudo depende, comemos alguns que estavam e outros era até adocicados. Na verdade a única coisa que os pratos deles nem sempre são lindos quando se olha mas em compensação depois que você come você ama. O que senti foi que depois de um tempo a gente enjoa da comida com muitos temperos mas lógico afinal nossa comida é bem diferente da deles. Confiram alguns dos que comemos por lá:

Transporte

Andamos bastante de táxi em pequim e guilin e em Shanghai por exemplo maior parte de metrô e achamos super fácil, no google maps mostra tudo certinho. Uber não funciona por lá. E também andamos muito a pé, é ótimo se perder pelas ruas e ir conhecendo os lugares.

Moeda

A moeda oficial da china se chama Renminbi (RMB) e sua unidade básica é o Yuan (CNY), ou seja 10 RMB é o mesmo que 10 CNY. Na China não tem muitas casas de câmbio na rua então tem que trocar no bancou ou tirar dinheiro em caixas eletrônicos. Espero que essas dicas ajudem vocês e se tiver alguma pra contar deixe aqui nos comentários, dicas são sempre bem vindas. Beijos